Uma dica: seja dono do seu conteúdo

Outro dia me perguntaram o que eu acho sobre empresas que transformam seus sites em páginas do Facebook ou canais do YouTube. Minha resposta foi: seja dono do seu conteúdo. Tenha o seu blog ou site – de preferência com domínio próprio -, e dê ao seu conteúdo um porto seguro.

Antes que me condenem, quero deixar claro que não minimizo o valor das redes sociais e jamais faria isso, pois acredito no valor e engajamento que elas podem propiciar a uma marca. O que digo é que, quando a casa não é totalmente nossa, estamos sujeitos a mudanças de regras repentinas, que podem derrubar um planejamento de marketing digital, por exemplo.

Para ilustrar minha opinião, recorro a uma história que aconteceu com Albert Einstein. Certa vez ele foi convidado a uma festa, que exigia traje formal: paletó ou casaca, como queiram. O grande Einstein não estava de paletó e foi impedido de entrar na festa. Ele foi para casa, voltou com o paletó e conseguiu entrar. Quando parou em frente ao buffet, começou a se servir. Só que ele não colocava os alimentos no prato e sim nos bolsos do paletó.  Como o julgavam excêntrico (maluco mesmo), resolveram perguntar porque ele estava fazendo aquilo. Einstein respondeu que não tinha sido convidado para festa. O convidado era o paletó. Genial, né? Imagine se você transformar seu site em uma página de Facebook ou outra rede social e o Zuckerberg exigir um paletó novo para você entrar na festa. A quem você vai pedir emprestado?

Apesar de curioso, o exemplo dá uma ideia do que pode acontecer com o seu conteúdo. Facebook e outras redes sociais mudam suas regras de privacidade, promoção e publicidade constantemente e quem coloca todos os seus ovos em uma só cesta corre o risco de perdê-los de uma vez.

Vantagens de ter seu conteúdo guardado no seu site/blog:

  • Layout próprio, que pode ser alterado quando você quiser.
  • Programação não está sujeita a mudanças de uma hora pra outra
  • O servidor é seu. Você não depende de alguém pra ter sua página rodando
  • E se o Google ou o Zuckeberg pirarem e resolverem parar com a brincadeira?

Por isso, se você e sua empresa produzem conteúdo e pretendem fazer dele uma poderosa arma de marketing, dê uma casa própria a ele. Viver só de “aluguel” pode ser arriscado.

2 ideias sobre “Uma dica: seja dono do seu conteúdo

  1. Cristiano Santos

    Eu lembro quando começou esse “movimento” e achei estranhíssimo!
    Acho que você ter o conteúdo da sua empresa APENAS na rede social, é como dirigir a Ferrari do seu amigo que mora distante, pra tirar onda com os seus amigos. O carro não é seu! Por mais que os seus vizinhos fiquem impressionados com o carrão, afinal, uma Ferrari é sempre uma atração, um dia pode ser que o seu amigo ache que você está abusando demais e resolva brigar com você e não empreste mais o carrão!

    Os sites de Redes Sociais com o Facebook vivem mudando a política de uso e nunca se sabe o que farão com o seu conteúdo, o com a própria plataforma. É só lembrar do caso do MySpace, que era uma rede para bandas, que virou rede de pessoas, e que provavelmente vai virar um American Idol online! Vai colocar o conteúdo da sua empresa somente lá? Acho melhor não!

  2. Angela Adnet

    Gostei muito da sua colocação em relação aos sites. É irritante vc abrir sua página do Facebook e ver que amigos que vc adicionou usam o espaço para propaganda de mil e um artigos.
    Um abraço e boa sorte !
    Angela

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>