Como o Facebook pretende conquistar as pequenas empresas

No último post, falei sobre as vantagens que as pequenas e médias empresas têm sobre os concorrentes, quando decidem monitorar as redes sociais para saber o que seus consumidores estão dizendo. Agora é hora de saber como as redes sociais podem atrair pessoas para comprar com você. Afinal de contas, a propaganda é a alma do negócio.

Uma possibilidade de divulgação para pequenos e médios é oferecida pelo Facebook: créditos – oferecidos gratuitamente -, para anunciar um negócio na maior rede social do mundo. A oportunidade parece boa também para os brasileiros, já que o Facebook, segundo o Ibope, ultrapassou o Orkut em volume de tráfego no Brasil.

De acordo com a Chefe de Operações do Facebook (COO), Sheryl Sandberg, a rede social de Mark Zuckerberg quer ver todos os pequenos e médios negócios anunciando seus produtos e serviços e não apenas criando páginas de fãs, que precisam em média de pelo menos 10 mil curtições para oferecer um alcance satisfatório de vendas a uma empresa.

“Meu sonho é realmente simples. Acho que todas as pequenas empresas devem usar o Facebook. Nós não vamos parar até que todos eles estejam usando (a rede social) para o crescimento de seus negócios”, disse Sandberg, 42, que antes trabalhava vice-presidente de vendas online para o Google.


Como funcionam anúncios para pequenos e médios no Facebook

Por enquanto lá fora, mas em breve no Brasil também, o Facebook planeja oferecer $50,00 em créditos de publicidade (anúncios online) para até 200 mil pequenas empresas. Quando um anúncio for clicado, serão cobrados valores que podem variar entre 5 a 25 centavos. Os primeiros $50,00 serão pagos pelo Facebook.

Vantagens

Segundo Sandberg, os créditos podem ter um ótimo alcance para as pequenas e médias empresas. “Por US $ 50, a maioria dessas empresas pode atingir seu público-alvo de forma rápida e efetiva, podendo assim crescer os seus negócios com essa ferramenta. Com o Facebook, as empresas podem direcionar seus anúncios pagos com uma precisão não encontrada na maioria das outras formas de propaganda”.

Pensando de modo prático, um fotógrafo de casamentos, por exemplo, poderia anunciar apenas para mulheres, de um CEP específico, listadas no Facebook. Uma locadora de filmes poderia falar apenas para fãs de cinema em São Paulo etc.

De fato, o uso do Facebook por pequenas e médias empresas pode ser muito lucrativo uma vez que a página pode se tornar uma espécie de “site”. Nesse caso, eu sempre aconselho a criação de um blog próprio da empresa para que você tenha sempre o conteúdo do seu negócio nas mãos e a utilização do Facebook como catalisador de vendas.

A estratégia do Facebook para ganhar os pequenos e médios é bem interessante. Enquanto o Google não apresenta a sua versão para empresas, o Facebook pode ser uma saída para aqueles que não têm muito dinheiro para investir em anúncios  e precisam atingir uma audiência específica.

Se você quer criar uma página para a sua empresa no Facebook, mas não sabe como, talvez esse blog possa ajudar.

Informações para a produção desse post: USA Today.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>