Arquivos da categoria: Eventos

torcedores midias sociais

A Copa das mídias sociais

Com menos de cem dias para começar a Copa do Mundo, imagino a euforia dos estrangeiros que virão curtir o maior evento mundial do futebol. Muitos deles já estão com os passaportes prontos para o Brasil, mas ainda há ingressos à venda, ou seja, o número de torcedores aqui será ainda maior.

fans 1

Tenho certeza de que junto com esses fãs internacionais da bola seremos invadidos por milhares de celulares e, claro, lotados de aplicativos de mídias sociais. Será um festival de hashtags em vários idiomas, que também poderão ser usadas para falar com as marcas aqui no Brasil. Analise comigo. Como teremos muitos estrangeiros no país, o monitoramento de serviços, produtos deverá ser redobrado para saber o que os turistas falarão sobre as marcas. O marketing das empresas deve estar atento não somente à exposição de marca, mas também à percepção gerada nos visitantes, especialmente hotéis, restaurantes até, por que não, o pipoqueiro da esquina.

fan2

Outro aspecto extremamente interessante é que essa Copa do Mundo será a primeira que contará com as ferramentas de mídias sociais mais populares efetivamente estabelecidas. Isto é, teremos um volume infinitamente maior de geração de conteúdo do que em 2010, quando o Twitter ainda era o dominante. WhatsApp, Facebook, o próprio Twitter, Instagram e até mesmo o mais recente Google+, mais usado por estrangeiros, hoje já são ferramentas mais que populares.

fan3

Como em todo grande evento, ainda mais nesse que tem 12 sedes, geograficamente espalhadas por um país de grandes distâncias, a busca por informações será enorme, conteúdos sobre transportes, o entorno dos estádios, hotelaria e serviços em geral devem ser espontaneamente gerados pelas mídias sociais, por isso será importante que as marcas estejam ainda mais atentas ao que falam sobre elas. E falando em serviços especiais para o evento do próximo mês de junho, se você ainda precisar comprar ingressos para a Copa a Brasil IguanaTickets te dá aquela força. Boa Copa, bons posts e bons serviços.

 

 

Os 7 pecados do e-mail marketing que você deve evitar

O e-mail marketing já é uma ferramenta estabelecida e consagrada no mercado, mas sempre há uma coisinha ou outra para se aprender. Por isso, no dia 31 de outubro, à convite da Dinamize, participei do EMMBRASIL 2012, um dos maiores eventos sobre e-mail marketing e mídias sociais da América Latina. Quem compareceu ao Centro de Convenções Sulamérica, no Rio, gostou do que viu.

O EMMBRASIL trouxe especialistas de agências, que contaram um pouco de suas experiências. Entre eles, Rodrigo de Almeida, Diretor Comercial da Dinamize, que falou sobre os 7 pecados do e-mail marketing, que trago nesse post.

1. Gula – Aumentar a base de contatos não garante aumentar as conversões.
Nem sempre a compra de mailings é uma boa saída. Segundo Rodrigo, muitas vezes, esses mailings são antigos ou compostos por uma base “viciada” de contatos.

O que fazer contra a Gula?

  • Promova a captação de base em pontos de venda;
  • Aumente a capacidade do seu pós-venda e melhore o relacionamento para, no futuro, oferecer mais ofertas aos seus clientes;
  • Faça uso de programas do tipo “member-get-member” (indicações de amigos).

Com essas dicas sua base de dados estará sempre “fresca” e você corre menos riscos de cair nos spamtraps.

2. Soberba e 3. Luxúria

Quem comete esses pecados não analisa relatórios. Além disso, ignora a qualidade e a reputação dos IP’s e domínios utilizados para disparar suas campanhas. Aqueles que praticam a luxúria, precisam observar benefícios reais na troca de IP’s e no exagerado tamanho de sua infraestrutura.

4. Avareza

O conteúdo é rei. Por isso, é preciso saber que um bom e-mail marketing deve ser a mescla de bom texto, com boas imagens, mas sem exageros. Além disso, é preciso perceber que palavra caem mais facilmente em filtros de spam, impedindo que seus e-mails cheguem a toda base de contatos. Conteúdo pobre diminui as chances de uma boa campanha.

5. Inveja

Invejosos, sua campanha de e-mail pode ser tão boa ou melhor que a do concorrente. Basta que vocês procurem engajar a sua audiência, assim como fazem seus concorrentes.

Como engajar?

  • Segmente seus públicos, oferecendo a cada um deles o que realmente interessa;
  • Dê valor às interações. Nelas podem estar excelentes oportunidades de venda e relacionamento;
  • Varie a base. Retire alguns e-mails que podem estar ficando cansados de você e a um clique de te chamar de spammer.

6. Ira

Não desperte a ira dos seus assinantes. Não dificulte o cancelamento da assinatura. Sua base vai se revoltar contra você e reportar SPAM. Não tem jeito. Segundo Rodrigo de Almeida, pouquíssimas empresas fazem a análise da base de opt-outs (aqueles que manifestam a vontade de parar de receber os seus e-mails). Essa é uma análise fundamental, que pode até definir os rumos de atuação de uma empresa no mercado.

7. Preguiça

A falta de análise e implementações pode ser definitiva uma campanha de e-mail marketing. Quem não é preguiçoso corre atrás do sucesso.

Como fugir da Preguiça?

Faça testes A/B com os seus e-mails. Às vezes, uma simples troca no assunto pode render um aumento de 10% no sucesso de uma campanha. Teste e veja o que deu mais certo.
Faça retarget de e-mail marketing.

Como diz Ben Settle: envie e-mails marketing todos os dias, mas faça isso com inteligência. Espero que você aproveite as dicas e não seja um pecador. Boas campanhas.

14º Encontro Locaweb de Profissionais de Internet – Etapa RJ

No dia 26 de junho, das 8h às 18h40, no Centro de Convenções Sulamérica, acontece o 14º Encontro Locaweb de Profissionais de Internet. O Rio marcará a 5ª etapa do evento, que já passou esse ano por Salvador (BA), Belo Horizonte (MG), Porto Alegre (RS) e Curitiba (PR).

Tive o prazer de ser convidado pela Locaweb e pelo querido amigo Eduardo Prange (Seekr) e vou participar de um painel de mídias sociais. Será uma ótima oportunidade para falar sobre meu novo projeto no Centro Universitário Carioca – UniCarioca, minha nova casa.

O encontro trará outras feras, como Edson Mackeenzy, Horácio Soares, Gustavo Arjones, Gil Giardelli, entre outros.

O Encontro Locaweb é uma oportunidade para os profissionais da web brasileira ampliarem seu conhecimento e promoverem o bom e velho networking. O melhor é que o objetivo da Locaweb e criar um espaço de interação, com participantes emitindo suas opiniões e audiência tirando dúvidas, coisa que eu acho super positivo.

A hashtag do evento é #14elw. A Locaweb avisa que vão rolar sorteios, promoções e brindes. Por exemplo, quem for ao evento já ganha R$ 140 em crédito para novas contratações de alguns dos serviços oferecidos pela empresa. A Itautec sorteará um netbook entre os participantes, a TreinaWeb sorteará cursos de desenvolvimento e a Corrida #14elw dará um netbook HP na etapa regional de Curitiba e um iPad na etapa nacional.

Fiquem ligados na programação do 14º Encontro Locaweb do Rio de Janeiro e inscrevam-se. A inscrição pode ser realizada via site ou Facebook, onde quem curtir a fan page da Locaweb ganha 10% de desconto! A gente se vê lá.

Curso de GTD para startups com Cristianoweb

Se tem um cara que, além de meu amigo, merece toda a minha admiração pela maneira que leva a vida de profissional como freelancer, ele é o Cristiano Santos. Pra mim, @cristianoweb. Essa habilidade em se manter em dia com todas as atividades da sua profissão o Cris sempre me diz que deve ao GTD (Getting Things Done). E ele sabe tanto sobre a metodologia GTD, que resolveu agora compartilhar seu conhecimento com mais pessoas através do curso de “GTD para startups”, que vai rolar dia 28 desse mês, de 9h às 17h, na Beesoffice.

Nesse encontro com o Cris, você conhecerá a metodologia GTD e aprenderá a ser produtivo dentro do caos, além de ficar por dentro de ótimos softwares (Basecamp, Evernote, Remember the Milk, entre outros), para dar apoio nas mais variadas tarefas.

cristianoweb

Cristiano Santos, o @Cristianoweb, apontando para o horizonte GTD

Quem pode (e deve) fazer esse curso? Profissionais envolvidos com startups, empreendedores, blogueiros, desenvolvedores, jornalistas, produtores de conteúdo digital e designers. Mesmo que você não seja um desses, ainda vai poder desfrutar do dinamismo que o GTD pode oferecer. Em outras palavras, não perca essa chance!

E como o Cris é um cara maneiraço, tem cortesia sendo oferecida por ele pra quem deixar um comentário nesse post. Atenção, vocês só têm até HOJE para participar. Por isso, #CORRÃO!

 

Google AdSense no Rio de Janeiro

Tendência mundial e potencial mercado brasileiro

Autor convidado: Rodrigo Chagas

Diretor do Google AdSense

A equipe do Google AdSense iniciou um city tour por toda América Latina para divulgar informações sobre os seus produtos e apresentar as tendências do mercado para os principais usuários. Meu amigo e colega de trabalho (ma oiieee!), Rodrigo Chagas, recebeu o convite para participar do evento, ocorrido no dia 15 de Março, no Hotel Pestana, em Copacabana. Rodrigo me deu a honra desse post aqui no MeEmblogando e conta o que rolou no evento, além dos planos da gigante de Mountain View para o AdSense brasileiro.

Números Brasileiros: Gigante pela própria natureza

Com uma população de 201 milhões de pessoas, potencializado pelo crescimento econômico do país e o advento da nova classe média, os números fizeram com que a multinacional olhasse com carinho para o mercado Brasileiro.

Nosso país alcançou a 8ª maior audiência de internet do mundo, consumindo mais páginas na Internet do que Austrália, Itália e Tailândia juntas. Tratando-se de e-commerce, o Brasil conquistou R$ 19 bilhões, o que representa um crescimento de 25% comparado ao ano de 2010.

Mobile

Com 40 milhões de usuários 3G, o Brasil está entre os cinco maiores mercado potenciais em Internet móvel. O mercado ficou animado ao saber que, somente no ano passado, o Brasil teve uma adesão de 177% de usuários móveis, número que foi alavancado em razão do crescimento econômico e do início da popularização dos smartphones com o sistema operacional Android no Brasil.

A empresa do Vale do Silício falou com espanto que o número de sites feitos para mobile era pífio, e que o futuro está na mobilidade. Com um crescimento tão espantoso de usuários móveis, as empresas precisam adaptar seus sites para esta nova necessidade, caso contrário podem ficar fora desta “nova onda” multiplataforma (site, smartphones e tablets).

Qual o futuro do Google?

A empresa aproveitou o final do evento para alertar os editores brasileiros a investirem nos quatro setores que a Google aposta para os próximos anos. A gigante das buscas concentrará esforços elaborando soluções para: Busca, Display & Vídeo, Social (Redes Sociais) e Mobile (Apps e Sites).

apostas-do-google-2012

Para os próximos meses, caberá aos blogueiros, agências e desenvolvedores a difícil tarefa de se adaptar ao mundo multiplataforma e buscar um lugar de destaque quando o verdadeiro “boom mobile” ocorrer no mercado brasileiro.

Rodrigo Chagas - MeEmblogando

Rodrigo Chagas é Gerente de Projetos Digitais da In Press Porter Novelli,
dublê oficial do Prof. Girafales, além de ser um dos caras mais legais com
quem já trabalhei.